Aécio discute ampliação de intercâmbio comercial com a Colômbia

Pela Comissão de Relações Exteriores, deputado encontra-se com presidente da Colômbia, Iván Duque, em Brasília

Aécio ao lado do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e do presidente da Câmara, Arthur Lira, durante encontro com o presidente da Colômbia, Iván Duque

O deputado Aécio Neves recebeu, na tarde desta terça-feira (19/10), ao lado do presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, o presidente da Colômbia, Iván Duque, que está em visita oficial ao Brasil.

Presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), o deputado Aécio discutiu com o presidente colombiano a possibilidade de ampliação do intercâmbio comercial entre os dois países e também a preocupação com o desenvolvimento sustentável e preservação ambiental da floresta Amazônica. Recentemente, chegou à Câmara proposta que prevê ampliar as relações do Mercosul com a Colômbia.

“Brasil e Colômbia têm diversos interesses comuns. No que depender da CREDN, estaremos sempre atentos seja na busca de garantir uma parceria econômica ainda maior entre nossos países como também em relação ao desenvolvimento sustentável da Amazônia, bem que dividimos e que, como ressaltou o presidente Iván Duque, temos que preservar”, afirmou o deputado após o encontro.

Duque e Aécio recordaram-se, durante o evento na Câmara, de seus encontros anteriores, quando, como governador de Minas Gerais, o deputado reuniu-se com lideranças do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em 2006, em Belo Horizonte, para tratar de governança pública, setor em que o Estado se destacou, à época, com o Choque de Gestão.

O presidente da Colômbia e o deputado estiveram ainda juntos, anteriormente, em Medelín, quando o então governador foi conhecer o programa de combate à violência implementado com sucesso na cidade colombiana, que serviu de base para o exitoso Fica Vivo!, implantado pelo governo de Aécio Neves.

“O presidente Duque, desde que nos conhecemos, quando ele atuava no BID, sempre demonstrou muita atenção pelo Brasil, e Minas Gerais em particular”, disse o deputado.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+